Ato em Sao Paulo contra a Redução da maioridade penal e pelos 25 anos do ECA: FORA CUNHA!

Ato contra a Redução da maioridade penal reuniu milhares de manifestantes no centro de São  Paulo e mostrou a força dos movimentos sociais.
O Partido dos Trabalhadores votou em peso contra essa medida absurda, cuja a aprovação foi manobrada pelo Presidente da Câmara, o nefasto Eduardo Cunha

No dia em que se comemora os 25 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente, movimentos sociais e entidades sindicais ocuparam as ruas de diversas capitais. Eles protestaram contra a redução da idade penal. Em São Paulo, a concentração começou no Vale do Anhangabaú e os manifestantes seguiram até a Praça da Sé.



No dia em que se comemora os 25 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente, movimentos sociais e entidades sindicais ocuparam as ruas de diversas capitais. Eles protestaram contra a redução da idade penal. Em São Paulo, a concentração começou no Vale do Anhangabaú e os manifestantes seguiram até a Praça da Sé.

Protestos contra a redução da maioridade penal
marcam os 25 anos do ECA

Movimentos sociais e entidades ligadas à defesa dos direitos da criança e do adolescente fizeram hoje (13), em todo o país, uma série de atos contra a redução da maioridade penal. Os protestos foram organizados pela Frente Nacional Contra a Redução da Maioridade Penal. A defesa do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), que completa 25 anos hoje (13), também esteve na pauta das manifestações.
Em São Paulo, o protesto ocorreu em frente à Catedral da Sé, no centro da cidade.
O ato foi marcado por discursos e apresentações culturais. “Temos que cobrar a implementação de vários artigos, que são só na teoria, para garantir os direitos totais das crianças e dos adolescentes e ter menos violência”, disse Katerina Volcov, uma das coordenadoras do protesto em São Paulo. 

No Rio de Janeiro, a manifestação ocorreu na Candelária, área central da cidade. Além de lembrar os 25 anos do ECA. a presidenta do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do Rio de Janeiro, Mônica Alkmim, disse que os protestos são para mostrar que muita gente é contra a redução da maioridade penal. “Queremos mostrar para a população que temos argumentos para ser contra, que é preciso, primeiro, efetivar o ECA, com todos tendo acesso a direitos”, afirmou. 
Em Brasília, o protesto ocorreu na Rodoviária do Plano Piloto, onde manifestantes distribuíram panfletos com mensagens contra a redução da maioridade penal às pessoas que passavam pelo local. A Câmara dos Deputados aprovou, no dia 1º deste mês, proposta de emenda à Constituição (PEC) reduzindo a maioridade penal, de 18 para 16 anos, nos casos de crimes hediondos. Ela ainda precisa passar por um segundo turno de votações na Câmara para então ser analisada pelo Senado, também em dois turnos. Maioridade penal é a idade mínima para uma pessoa poder ser julgada como adulto.
Da Agência Brasil Edição: Aécio Amado

Especialistas lançam e-book para "Salvar o ECA"

Em 25 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente houve muitos avanços. Mas ainda há muito por fazer. O estatuto é considerado modelo no mundo, mas nem todos os artigos previstos foram implantados. Especialistas em direitos humanos lançaram hoje um livro na internet, defendendo que é preciso salvar o ECA.

Em 25 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente houve muitos avanços. Mas ainda há muito por fazer. O estatuto é considerado modelo no mundo, mas nem todos os artigos previstos foram implantados. Especialistas em direitos humanos lançaram hoje um livro na internet, defendendo que é preciso salvar o ECA.
Posted by Rede TVT on Segunda, 13 de julho de 2015
Postar um comentário