PT, Líderes comunitários e agricultores do Paraguai: Aliados na Resistência Democrática por Lugo

RESISTÊNCIA DEMOCRÁTICA

Os principais líderes comunitários e agricultores no Paraguai se reuniram na sede dos Trabalhadores Nacionais  para reorganizar e começar a estruturar a frente da defesa da democracia" .

"Ratificamos que é um golpe e que não reconhecemos um presidente que não seja Fernando Lugo"
Além disso, líderes sociais salientaram que a partir de segunda-feira que vai começar a mobilização ampla  contra o novo governo, conforme a estratégia acertada.
A capital paraguaia, Assunção, acordou com uma sensação de normalidade, mesmo nas imediações do Congresso, o Palácio do Smith, mas tal situação se deve ao fato de que as forças do Movimento Nacional se reuniu para um conclave fora da cidade, para lançar a nova estratégia de resistência popular.
Por outro lado, Fernando Lugo disse que pertence ao grupo daqueles que têm menos informação. Depois de sua demissão, ele foi para o Palácio Presidencial, onde viveu enquanto trabalhava como chefe de Estado e dali foi para sua residência pessoal em Lambare cidade vizinha a Assunção, onde foi recebido com aplausos por seus vizinhos.

Telesur correspondente no Paraguai, Amanda Huerta,



Nota de apoio ao Presidente Fernando Lugo

O Partido dos Trabalhadores expressa seu total apoio ao companheiro Fernando Lugo, vítima de perseguição política por parte da oposição de direita no Paraguai, por meio de um processo de impeachment que sequer assegura o direito de defesa do Presidente e o devido processo legal, configurando-se claramente como uma tentativa de golpe de Estado. Condenamos de forma veemente esta manobra política que atenta contra a democracia no Continente.

Exortamos os setores políticos paraguaios a respeitar a ordem democrática e o protocolo adicional do Tratado Constitutivo da Unasul sobre compromisso com a democracia e seguimos com atenção a missão de chanceleres da Unasul, que se encontra em Assunção para acompanhar o processo.

Apoiamos a mobilização do povo paraguaio na preservação de seus direitos e avanços democráticos. Reiteramos nossa solidariedade a Fernando Lugo e às paraguaias e paraguaios que o elegeram soberanamente em busca de mudanças na condução de seu país.

Comissão Executiva Nacional
Partido dos Trabalhadores
Postar um comentário