Google mostra IDH em gráficos on-line



Ferramenta permite criar imagens com Índice de Desenvimento Humano e cruzá-lo com outros indicadores do PNUD e da ONU
Google Public Data
Os indicadores compilados pelo RDH (Relatório do Desenvolvimento Humano) do PNUD foram disponibilizados neste mês pelo Google na ferramenta Public Data Explorer, que permite traçar gráficos e mapas. Os dados são do relatório de 2010 e serão atualizados anualmente.
Entre as informações liberadas estão séries históricas do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), desde 1980, e o Índice de Pobreza Multidimencional, que leva em consideração fatores como educação, saúde e condições do domicílio para medir a pobreza.
A ferramenta pode ser usada para verificar mudanças nos indicadores ao longo dos anos e comparar dados de diferentes países. É possível, por exemplo, acompanhar a evolução do IDH dos países em um gráfico em que os pontos mudam de posição de acordo com a linha do tempo.

Gráficos de linhas ou Barras e Mapas
Para criar as imagens basta selecionar o indicador e o tipo de recurso a ser gerado ((gráficos de linhas, barras, bolhas e mapas). Um quadro do lado esquerdo, com o nomes dos países, permite que o usuário destaque as nações sobre as quais tem interesse. Há ferramentas para compartilhar as imagens por meio de links ou incorporá-las em sites.
A colaboração entre o Google e o PNUD pretende dar maior visibilidade à abordagem do desenvolvimento humano, ou seja, do desenvolvimento centrado nas pessoas. O objetivo é semelhante ao que norteou a criação do IDH, em 1990: que indicadores como expectativa de vida ou escolaridade recebam tanta atenção como dados sobre o crescimento da renda.
“Tornar essa informação mais acessível através do Google dá aos internautas de qualquer lugar do mundo uma nova maneira convincente de ver tendências e padrões no desenvolvimento humano hoje e ao longo do tempo”, disse a diretora do RDH do PNUD, Jeni Klungman. “Isso dá vida gráfica para o IDH”.
As informações do relatório também podem ser cruzadas com outros bancos de dados abrigados no Public Data Explorer, serviço lançado pelo Google em 2009. Entre os números disponíveis estão índices econômicos, de demografia, educação, violência, saúde e meio ambiente. Muitos foram fornecidos por outras agências da ONU, como UNESCO e UN DESA (Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais), além de Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional.

Public Data Explorer
CLIQUE NA SETA PARA VER A MOVIMENTAÇÃO DOS PAISES
É possível acessar o Public Data Explorer diretamente no site do RDH , onde o usuário também tem acesso aos dados tabelados, que podem ser baixados para o computador. Basta clicar na opção “Índice Faça Você Mesmo” (Do-it-yourself Index) e escolher as opções de busca dos indicadores.


Índice de Desenvolvimento Humano: Tendências 2000 - presente

Brasil: Azul  - America Latina e Caribe: Vermelho e Mundo: Amarelo

O Índice de Desenvolvimento Humano - vai além da renda

Anualmente, desde 1990 o Relatório do Desenvolvimento Humano publicou o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) que foi introduzido como uma alternativa às medidas convencionais de desenvolvimento nacional, tais como nível de renda ea taxa de crescimento econômico. O IDH representa um impulso para uma definição mais ampla de bem-estar e fornece uma medida composta de três dimensões básicas do desenvolvimento humano: educação, saúde e renda. IDH do Brasil é 0,699, o que dá ao país uma posição de 73 dos 169 países com dados comparáveis. O IDH da América Latina e Caribe como uma região aumentou de 0,578 em 1980-0,706 hoje, colocando o Brasil abaixo da média regional. As tendências do IDH contar uma história importante, tanto no nível nacional e regional e destacar as lacunas muito grandes em bem-estar e oportunidades de vida que continuam a dividir o nosso mundo interconectado. Saiba mais

Índice de Desenvolvimento Humano: Saúde, Educação e Renda

HDI (Az):0.699 Saude (Vm):0,838 Educação (Am) 0,633 Renda (Vd) 0,643
Postar um comentário