PALOCCI DEIXA TUDO BEM EXPLICADINHO E A OPOSIÇÃO DOS SEM PROJETO DEVE VOLTAR À SUA LETARGIA NATURAL.

Ministro Antonio Palocci explica o aumento de seu patrimônio

TUDO DENTRO DA LEGALIDADE!
Com muita tranqüilidade o Ministro explicou tudo que deveria explicar, ou seja, tudo foi feito de maneira legal e transparente e os órgãos de controle do País estão atestando a idoneidade dele. Quem ficou meio perdido foi o jornalista que não tinha mais que ilações sem base em realidade para formular suas teses conspiratórias tentando confundir o público com frases de efeito. O vazio era tanto, que no final deu sono...
Douglas Badi
NUNCA PRESTEI CONSULTORIA PARA EMPRESAS QUE TIVESSE NEGÓCIOS COM O GOVERNO.

NÃO POSSO COLOCAR TERCEIROS NO MEIO DE UM DEBATE POLÍTICO. NÃO TENHO ESSE DIREITO.

EU SAÍ DO GOVERNO E RESPEITEI A QUARENTENA, COMO MANDA A LEI, SÓ DEPOIS ABRI MINHA EMPRESA.

MEU PAPEL É CUMPRIR RIGOROSAMENTE A LEI E ASSIM FIZ QUESTÃO DE ATUAR QUANDO ABRI MINHA EMPRESA. TUDO FOI FEITO ÀS CLARAS, NADA FOI OU ESTÁ ESCONDIDO. E OS ÓRGÃOS PÚBLICOS ESTÃO CERTIFICANDO A IDONEIDADE DESSE PROCESSO.

NÃO FIZ TRÁFICO DE INFLUÊNCIA. NÃO FIZ GESTÃO EM EMPRESAS PÚBLICAS REPRESENTANDO EMPRESAS PRIVADAS.

NÃO TEM CRISE DE GOVERNO, NÃO HÁ CRISE NO PAÍS, HÁ UMA QUESTÃO DIRIGIDA A MINHA PESSOA COM FORTE VIÉS POLÍTICO E EU ENFRENTAREI ESSA POLÊMICA, PESSOALMENTE, DIALOGANDO FRANCAMENTE.
SE ERA SÓ ISSO... PALOCCI PODE FICAR TRANQUILO 
AFINAL,  NÃO EXISTE PÊLO EM OVO
E TARTARUGA NÃO SOBE EM ÁRVORE...
RUI FALCÃO, PRESIDENTE DO PT, DIZ QUE NÃO VÊ IRREGULARIDADES NAS ATIVIDADES DE PALOCCI
Humberto Costa endurece as críticas contra a oposição no Senado
O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PT-PE), reagiu às manobras regimentais da oposição, que prolongaram a sessão do plenário da Casa e causaram a perda de validade de duas Medidas Provisórias. As MPs que perderam o prazo de vigência eram sobre o piso salarial dos médicos-residentes e dos servidores da Advocacia Geral da União, e outra que criava a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares. O senador Humberto Costa (PT–PE) endureceu as críticas aos senadores de oposição, por não cumprirem o acordo que garantiria a votação dessas MPs.


“Nossa questão aqui não é quebrar o relacionamento amistoso que se estabeleceu desde o inicio dessa legislatura. O problema é que não fomos nós que quebramos. Quem quebrou foi a oposição, quando ontem (quinta-feira) desrespeitou a presidenta da Casa, que vinha conduzindo a sessão de forma adequada, quando rasgou regimento, quando começou a bradar aos berros, tentando dizer que havia aqui uma ditadura, enquanto nós estávamos absolutamente tranquilos e calmos. Então, são eles que estão forçando uma mudança desse relacionamento”, disse ele.


Humberto Costa afirmou ainda que o governo não foi derrotado pela oposição e ressaltou a necessidade de mudar o relacionamento com a oposição
Postar um comentário