Gabriela Araujo Munhoz, Maria Dolores Bressan e os Médicos Cubanos




Dra. Gabriela Munhoz que divulgou exames de Dona Marisa Leticia



NÃO AO FACISMO!
PELA ÉTICA NA PROFISSÃO
E PELO AMOR AO SER HUMANO





Que ninguém se iluda, imaginando que a atitude como a da Pediatra Dolores Bressan, que recusou o atendimento a uma criança, apenas por ser filho de uma Petista, e a vergonhosa Ação da Dra. Gabriela Munhoz expondo exames de Dona Marisa com comentários jocosos, não estejam conectadas pelo condão do ódio que alimenta o Fascismo no Brasil, compreendendo-as como particularidades adversas do momento que vivemos no Brasil do Golpe.
Dra. Maria Dolores Bressan
Cada uma destas ocorrências individuais, que cada vez se evidenciam com maior frequência no cotidiano brasileiro, são expressões abjetas do caldo necessário para o aprofundamento do sistema fascista que atualmente se implanta no Pais.

O processo, que envolve a criação de inimigos e a desumanização dos mesmos permitindo a violência contra qualquer ser humano sem a dores da consciência, concretiza o Facismo com o governo salvador de um Patria preste a ser tomada pelo mal.

Nessa logica, propugnada a partir de conceitos distorcidos e informações fantasiosas, o povo vai abrindo mão de sua própria dignidade humana, imaginando evitar assim, o Mal Maior. E, com o passar do tempo, sem se dar conta de si mesmo, o individuo submerge no ódio. 
Ele se acredita um soldado em luta na guerra pela qual se impõe toda sorte de sacrifícios em nome do Bem comum, que é a derrota deste inimigo imaginário. E, com o aprofundamento deste processo, torna o dialogo impossível, visto que a dinâmica que orienta as suas ações pressupõe que todo o mal advêm do outro, diferente, que precisa ser exterminado.
Nesse clima, em geral, as instituições pecam pelo olhar desconexo, entendo cada acontecimento como um evento particular e, portanto, sem a importância necessária de expor-se diante do fato como entidade responsável não apenas por guardar valores específicos de sua representação, mas também obrigada em combater os males que levam a sociedade  a um estado doentio.  
Uma passada de olhos no perfil de facebook da Dra Bressam, por exemplo, revela  um tanto do ódio socialmente disseminado, que a liga no particular com a Dra. Gabriela. 
Observando a foto onde a Dra Gabriela entusiasticamente ergue um cartaz para atacar o seu inimigo, utilizando um problema físico, percebe-se que nada lhe causa constrangimento ou reflexão do ponto de vista humano sobre a sua atitude. E, nessa mesma perspectiva, a Dra. Bressan apoia em seus grupos, o Dr. Milton Pires, ativista pelo retorno dos militares e contra a esquerda e que, nessa empreitada denuncia a má gestão do Hospital Conceição que, segundo ele, é controlado pelos (inimigos)  PCdoB e PT. 
O dado interessante desse grupo é que, o apoio que se faz ao Dr. Milton Pires, esta na contrariedade ao processo no qual um médico do trabalho da unidade de “Saúde do Trabalhador”, conclui em prontuário, encaminhado ao SUS sob o CID (Código Internacional de Doenças) 23.9, que ele apresenta “Características de quadro Psicótico Paranóide” .
Outro dos grupos de interesse da Dra. Bressan se insurge Contra (inimigos) a Nova Ordem Mundial (illuminati), Comunismo, ISIS, FEMA se colocando como um  GRUPO INTERVENCIONISTA...  CONTRA À CUBANIZAÇÃO DO BRASIL...
Essa pequena amostra denota como o Brasil vem sendo sugado para dentro de um modelo baseado em Ódio no qual se gesta a implantação de um Regime Facista no Pais. Sendo este o motivo pelo qual, aqueles que se apregoavam combatentes contra a corrupção, elegem como heróis contra o Terror, os bandidos de um governo golpista, apesar de os terem na qualidade de notórios corruptos.
Essa é a razão que cobra a responsabilidade de cada um e de cada instituição, que luta pela Liberdade e pelo processo civilizatório da sociedade, se posicionar  com veemência diante de qualquer caso  assumindo-o como parte de um todo que nada interessa para a humanidade.
Nesse sentido, se enquadra o Partido dos Trabalhadores, quando ouvia calado a Joaquim Barbosa e outros ministros do Supremo denominando o PT como uma entidade criminosa, durante a AP247, sem reagir legal e legitimante. O PT nada cobrou deles, o minimo de reposicionar-se com relação a um Partido de mais de um milhão de filiados e com uma historia de lutas pela sociedade brasileira. 
E agora, nao cabe somente ao Sirio Libanes demitir a medica, o Conselho de Etica da entidade medica, as associações de classe, todos devem ser instados a se posicionar frente a esse grave e lamentável episodio, para emitir sinais para a sociedade de que não foi uma mocinha inocente, coitadinha, que perdeu o emprego porque mexeu com o Poderoso Lula, mas que foi uma atitude deplorável diante de seus pares, que prezam por uma sociedade civilizada e livre do Ódio.


Segundo o Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp), de acordo com o Código de Ética Médica, é vedado ao médico “permitir o manuseio e o conhecimento dos prontuários por pessoas não obrigadas ao sigilo profissional quando sob sua responsabilidade”. Também não é permitido “liberar cópias do prontuário sob sua guarda, salvo quando autorizado, por escrito, pelo paciente, para atender ordem judicial ou para a sua própria defesa”, esta última em situação de sindicância ou processo ético-profissional.

O CRM SP não aceita denúncias por email, só por escrito ou pessoalmente. 
Segue o endereço, os nomes e CRMs dos médicos que comemoraram ou torceram pela morte de Dona Marisa. 

Reclamação:
tel. (11) 5908-5600 
Email. ssi@cremesp.org.br

- Richam F. Elllakkis CRM 148403
(Richam Faissal El Hossain Ellakkis Servicos Medicos - Epp
Nome fantasia : Dr. Richam Ellakkis
Telefone : (11) 3965-3007 )


- Gabriela Araújo Munhoz CRM. 142819
- Adhemar Poltronieri Filho CRM 107281
- Pedro Paulo de Souza Filho 
- Michael Hennich


CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Sede - Consolação: Rua da Consolação, 753
Centro - São Paulo/SP - 01301-910
Sede - Luís Coelho: Rua Luís Coelho, 26
Consolação - São Paulo/SP - 01309-900
Subsede - Vila Mariana: Rua Domingos de Moraes, 1810
Vila Mariana – São Paulo/SP - 04010-200
Postar um comentário