A PRESIDENTA, CAMILA LANES, MANDA O RECADO DA UBES


O POVO SABE QUEM COLOCOU
ARROZ E FEIJÃO NO SEU PRATO!
Camila Lanes




O POVO SABE QUE ROLOU MUITO SANGUE
PARA TER DEMOCRACIA NO BRASIL.
É POR ISSO QUE SOMOS CONTRA ESSA MÍDIA GOLPISTA!
Camila Lanes

Camila é a cara da UBES. Ela fala com a coragem daqueles a quem representa. Daqueles que vem enfrentando Brasil afora a tucanada privatista da Educação. Ela fala firme por 40 milhões de estudantes, ideias e sonhos, que lutam de norte a sul do país para fazer agora o futuro que a eles pertence. Ela fala pronta para o embate e sem medo de ser feliz.
É HORA DA LUTA, COMPANHEIROS! 

COM A PALAVRA A PRESIDENTA CAMILA LANES
A UBES
União Brasileira dos Estudantes Secundaristas

UBES: 40 milhões de estudantes, ideias e sonhos

A UBES atua em diversas frentes para canalizar as reivindicações dos estudantes brasileiros: nas ruas e nas redes; nas escolas públicas e privadas; no ensino fundamental, médio, pré-vestibular e técnico; em todas as esferas de governo e ao lado de diversos movimentos sociais do campo e da cidade.
Unidos, os secundaristas luta por avanços na educação básica e técnica e pela expansão dos direitos para os estudantes. Defendem a soberania nacional, a democracia e o desenvolvimento sustentável do país. São a favor de toda forma de amor.
Neste último período, a entidade se mobilizou em torno do Plano Nacional de Educação, aprovado em 2014 no Congresso Nacional. Hoje, os secundaristas pedem a aplicação de suas vinte metas, entre elas o investimento de 10% do PIB na educação. Outras importantes conquistas para o setor foram as vinculações de 75% do royalties do petróleo e de 50% do fundo social do pré-sal.
A UBES batalha ainda pelo reconhecimento da meia-entrada para as atividades culturais e esportivas como um direito de todos os estudantes. Reivindica a reformulação do ensino médio, mais democracia nas escolas, o fim do machismo, do racismo e da homofobia no ambiente escolar e mais assistência estudantil.
Reforça a luta pelo passe livre estudantil, pela reforma política com o fim do financiamento empresarial de campanhas, pela desmilitarização da Polícia Militar e pela democratização dos meios de comunicação.
Postar um comentário