DILMA LIBERA HELICOPTEROS PARA RESGATAR CIDADÃOS JUNTO AS FARCS


Os dois helicópteros militares brasileiros a serem utilizados na operação de libertação unilateral de cinco detidos (três soldados e dois civis) da guerrilha colombiana, chegaram terça-feira na cidade colombiana de Villavicencio, Meta (centro).
As Naves desembarcaram em 13h10 locais (18h10 GMT) no aeroporto local, e delas saiu a Defensora dos Direitos Humanos Piedad Córdoba, e outros membros da missão humanitária que participara do processo.
Os aparelhos serão usados para receber o Vereador Marcos Baquero quarta-feira, o primeiro dos cinco detidos que as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) liberará, conforme anunciado em Dezembro/10.
Com a Defensora viaja uma equipe constituída por 22 pessoas. São quatro motoristas, quatro mecânicos das Forças Armadas do Brasil, dois delegados da Cruz Vermelha Internacional, incluindo um médico cubano e três membros do grupo de colombianos pela paz.
O grupo deixou a cidade brasileira de São Gabriel de Cachoeira, na fronteira com a Colômbia, onde passou em revista, com os pilotos das aeronaves, os detalhes da ação humanitária.
Era de se esperar que o comboio humanitário chegasse às 12H00 local (1700 GMT), mas chuvas fortes atrasaram a decolagem de helicópteros.
Os helicopteros Super Cougar navios têm capacidade para 29 tripulantes e autonomia de vôo de cinco horas.
"Estas são as Naves que irão trazer a liberdade para os cinco detidos pelas FARC," comemorou Tatiana Perez.
Ela lembrou que "dois helicópteros serão utilizados para eliminar riscos que possam surgir como mau tempo ou problemas mecânicos, entre outros.
Assim começara a operação humanitária que irá trazer a liberdade ao Conselheiro Baquero Marcos e Armando Acuña, a Henry Lee Marine, ao Prefeito Guillermo Solórzano e Salim Antonio Sanmiguel.
A primeira entrega ocorrerá na quarta-feira em Villavicencio, com o primeiro liberado, vereador do município de San José del Guaviare, Mark Baquero. 
Mais tarde, na sexta-feira, em Florença, serão resgatados os vereadores Garzon Armando Acuña e o Infante da Marinha Henrique López Martínez.
Finalmente, no domingo, em Ibagué, serão libertos; Guillermo Javier Solórzano Ibagué e Salim Sanmiguel.
Os helicópteros sairão qualquer ponto da selva colombiana para retornar com os cativos.
As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) anunciaram em 08 de dezembro a libertação unilateral de cinco detidos e pediu ao Governo, que a responsabilidade de levar o processo adiante ficasse a cargo de Piedad Córdoba, reconhecendo o trabalho humanitário que ela desenvolve para debelar o conflito armado no país.
As liberações unilaterais são realizadas como desagravo a destituição de Piedad Córdoba do cargo de Senadora. As Farc se comprometeram entregar os reféns exclusivamente para ela.
Graças à gestão de Piedad Córdoba, um total de 14 detidos pelas FARC conseguiram liberdade desde 2008.


Procuradoria destituiu a
Senadora Piedad Córdoba
O Ministerio Público firmou convicção de que a Senadora "Aconselhou a um grupo das Farc acusado de enviar videos de pessoas sequestradas que não procedesse de tal modo e adotasse uma melhor estrategia na busca de seus objetivos". Assim sendo, o procurador destituiu a Senadora afastando-a da vida Publica por 18 anos. Ele não entendeu o ato dela como Traição e, dessa forma a ex-senadora segue a vida em liberdade.
Postar um comentário