O PIG SE UNE PARA ATACAR PADILHA


Por Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania
Um dia após o início das inserções semestrais do Partido dos Trabalhadores na TV (em 23/4), eclodiu a notícia de que a Polícia Federal detectou menção do deputado André Vargas ao pré-candidato ao governo paulista Alexandre Padilha – Vargas disse ao doleiro Youssef que Padilha indicou executivo para o Labogen, laboratório do doleiro usado em lavagem de dinheiro.
Em entrevista coletiva concedida por Padilha em um hotel da zona Sul de São Paulo na última sexta-feira a fim de rebater a denúncia, o pré-candidato informou que, na noite de 24 de abril, logo após o surgimento da denúncia contra si, foi procurado por um reduzido grupo de jornais com a mesma pergunta, como se tivesse sido combinada entre esses veículos.
No dia seguinte, esse mesmo grupo de jornais estamparia, cada um, a mesma manchete, com escassa diferença de texto. A semelhança das manchetes de O Globo e O Estado de São Paulo chega a ser estarrecedora.
No Globo, "Padilha indicou executivo para doleiro, apura PF";
No Estadão, "Padilha indicou executivo para doleiro, aponta PF";
Na Folha, uma variação de forma: "PF liga ex-ministro Padilha a doleiro preso".
A investigação da PF, segundo informações preliminares, não acusa o ex-ministro de nada, apenas relata a menção de Vargas a Padilha. Contudo, o noticiário se encarregou de pôr palavras na boca da instituição.
No domingo passado, a Folha de São Paulo já avisava que, nas inserções semestrais do PT de São Paulo na TV, o pré-candidato do partido a governador apareceria criticando o governo Geraldo Alckmin pelo racionamento de água que já ocorre em diversos pontos do Estado ou pela penalização financeira para quem consumir "muita" água nas cidades em que o racionamento ainda não começou, como já ocorre na capital paulista.
Assista, abaixo, a uma das inserções do PT na televisão que foi ao ar nos últimos dias.

Postar um comentário