FUERZA ARGENTINA! Mesmo no exterior voce pode votar na Cristina. Saiba Porque e Como.

PORQUE VOCE DEVE VOTAR NA NOSSA HERMANA!
Clara opção pelo Crescimento econômico com laços sociais deInclusão Econômico.Está empenhada por uma Sociedade de pleno Emprego, inclusão tecnológica como fator de Inovação e crescimento da Produção do país.
Luta pela maior democratização da sociedade, ampliando o exercício de direitos para todos os argentinos e argentinas, num quadro de pluralidade e igualdade, com pleno respeito pela justiça e direitos humanos.
Busca reforçar a integração regional, fortalecimento da América Latina como uma zona de paz e democracia, com um papel crescente no cenário mundial para ajudar a definir uma ordem internacional mais justa e equilibrada
Tem reforçado a promoção da educação e da ciência como pilares do desenvolvimento e equidade social, ampliando o acesso às novas tecnologias, garantindo a inclusão de toda a nossa juventude na sociedade do conhecimento.
Para confirmar que o Estado deve ser o garante da justiça social, com a vontade política de redistribuição de renda e sempre defender os interesses das pessoas
MESMO ESTANDO FORA ARGENTINA VOCE PODE VOTAR NA CRISTINA

Em 23 de outubro de 2011 as eleições nacionais serão realizadas na Argentina, onde você pode votar todos os cidadãos argentinos que residem fora do país de forma permanente e está registrado no exterior.
As normas para o registro de eleitores no Exterior estará disponível no site www.electoral.gob.ar . "Argentinos no Exterior" de 23/09/2011.
Apenas ser registrados nesses registros que se inscreveram antes de 26 de abril de 2011, que se inscrever após essa data serão elegíveis para votar nas eleições deste ano subseqüente.

O processo de registro é totalmente gratuito e tem apenas um pré-requisito, ter feito a mudança de endereço em seu documento à autoridade consular cívica Argentina em sua jurisdição.

A inscrição no registo de eleitores no Exterior podem ser feitas:

On-line, entrar na página http://www.electoral.gob.ar/ "Argentinos no Exterior", "registo" ou
Pessoalmente na representação consular de sua jurisdição.
Você vota nas representações diplomáticas e consulares, o cidadão tem registrado ou as tabelas adicionais para permitir que a Câmara Nacional Eleitoral.
Para as eleições de 23 de outubro, pela primeira vez fora das tabelas foram equipados consulado em Camboriú Cidades (Brasil), Munique (Alemanha) e Boston (EUA), cujos padrões são formados por cidadãos que residem nessas cidades, registrado no Consulado Argentino em Florianópolis, Frankfurt e Nova York, respectivamente.
Se você estiver registrado no país e no exterior está no dia da eleição nacional não pode fundamentar a emissão de voto sobre o mesmo dia, das 08:00 às 18:00 hs., An consulado argentino (cujos endereços podem ser encontrados em www.cancillería . gov.ar ).
Se você não poderia fazer naquele dia, os dias podem ocorrer em um consulado argentino ou regressar ao seu país, antes do Nacional Eleitoral (Leandro N. Alem 232) ou para o tribunal eleitoral em seu distrito, no prazo máximo de 60 dias após a eleição.
Em ambos os casos, você deve apresentar seu documento de identidade (LE, LC ou DNI), o mesmo que você usaria para votação, que vai acolher a justificativa e os elementos que provam que ele estava fora do país no dia da votação. Para isso, é suficiente para vedar a saída de gravação / renda no passaporte.
Se chamado como uma placa de autoridade, deve regularizar a situação antes da eleição, em sua justiça distrito.
Que residem no exterior e já fez a sua mudança de endereço, não é obrigado a votar ou justificar a não emissão de voto.
Para todos os matriculados no estrangeiro, o voto é voluntário.
Postar um comentário