AS PROSTITUTAS (A FOLHA, A GLOBO E VEJA) FICAM CALADAS! Tucanos roubam 545 milhões de reais do Metrô de São Paulo, e nada acontece

Os verdadeiros corruptos no mundo:
os capitalistas

Mais uma vez Cristina de Borbón responderá por desvio de dinheiro público e lavagem de dinheiro.
Acusada pela justiça do país, a filha do rei da Espanha Juan Carlos a conhecida Cristina de Borbón, responderá pelo desvio de fundos públicos e lavagem de dinheiro. O crime se esclarece pela empresa do marido Iaki Urdangarin, na qual já responde pela segunda vez consecutiva por crimes desse gênero. Por meio da empresa que se faz sócia com o marido, Aizoon, uma empresa imobiliária luxuosa da Espanha, investigada pela justiça onde comprovou seu envolvimento com o instituto Nóos, também acusada de desvio de dinheiros públicos. Borbón, foi inocentada pela justiça da Espanha em abril do ano passado, após entrar com pedido de recurso. 

Essas acusações e processos têm se alastrado há anos sobre questões relativamente menores comparadas com as denúncias mais graves. A família real espanhola é uma sócia menor da família real britânica, uma das principais famílias capitalistas que domina o mundo e que detém o controle de importante monopólios. Os escândalos gritantes que explodiram nos últimos anos, onde grandes bancos se envolveram em grandes lavagens do tráfego de drogas, nunca foram punidos e inclusive são protegidos sob a chamada Too Big To Fail (Muito Grande Para Falir).

Da mesma maneira, no Brasil, a direita tem promovido uma campanha histérica sobre os "mensaleiros" do PT, mas nem a imprensa nem a Justiça tem movido uma palha para encaminhar o processo do obsceno mensalão tucano. Conforme tem sido revelado recentemente, somente no E das privatizações promovidas nos governos se fala em dezenas de bilhões.
Postar um comentário