DILMA NA ONU: O BRASIL DEMOCRATA, CORAJOSO E HONESTO

A Voz da Democracia falou na Onu
com Coragem e Sinceridade
Fato inédito na história da comunidade internacional, a presidenta Dilma Rousseff foi a primeira mulher a abrir o Debate Geral da 66ª Assembleia-Geral da ONU. O evento reúne nesta quarta-feira (21/9), em Nova York, chefes de Estado e de Governo dos 193 Países-Membros das Nações Unidas. Como é tradição desde a primeira Assembleia Geral, que aconteceu em 1947, o Brasil abre o debate geral, que este ano tem como tema “O papel da mediação na solução de disputas por meios pacíficos”.
Segundo o Ministério das Relações Exteriores, a Assembleia-Geral da ONU, em sua 66ª sessão, deverá privilegiar, dentre outros temas, questões relacionadas à mediação e à diplomacia preventiva.
ÍNTEGRA DO DISCURSO DE DILMA
DEPOIS DELA VEIO ELE
UM DISCURSO TOSCO PARA AMERICANO VER
Progressos estão sendo feitos para acabar com conflitos em todo o mundo, de acordo com o presidente dos Estados Unidos Barack Obama.
Dirigindo-se à Assembléia Geral, o presidente Obama disse que a busca da paz em um mundo imperfeito está no coração das Nações Unidas. Ele ressaltou que, embora o órgão mundial tenha evitado uma terceira guerra mundial, ainda existem conflitos e pobreza em todo o mundo. No entanto, o presidente Obama acrescentou, alguns desses conflitos, incluindo aqueles no Iraque e no Afeganistão, estão a ser resolvido.
Então, que não haja dúvida: A maré da guerra está retrocedendo. Quando assumi o cargo, cerca de 180 mil americanos estavam servindo no Iraque e no Afeganistão. Até o final deste ano, esse número será reduzido à metade, e continuará a declinar. Isso é fundamental para a soberania do Iraque e do Afeganistão e à força dos Estados Unidos como construímos a nossa nação em casa.
Integra do Infeliz Discurso


Postar um comentário