Plaza de Neptuno: Professores na Espanha marcham contra cortes na Educação

PLAZA NEPTUNO EM MADRID OCUPADA CONTRA O NEOLIBERALISMO

Vários sindicatos de professores na Espanha, marcharam até a Plaza de Neptuno em Madrid até a sede do Ministério da Educação para expressar seu descontentamento e oposição aos cortes no ensino público.
Os Representantes dos Professores do Estado: 'National Association (ANPE), Confederação de Comissões Operárias (CCOO), Sindicato Independente dos Funcionários Públicos (CSIF) e Federação de Estado da União Geral de Trabalhadores (FETE -UGT), solicitaram ao Ministério da Educação cuidado nas medidas orçamentarias. Os cortes Educação foram aplicados nas Comunidades de Madrid, Galiza, Catalunha, Castela-La Mancha e Navarra. Os Líderes da União exigiram resposta com relação ao investimentos na educação e  entregaram uma declaração conjunta em apoio das escolas públicas ao Secretário de Estado da Educação e Formação, Mario Beder. 
Os educadores dizem que os cortes prejudicarão a qualidade da educação inclusive inviabilizando uma serie de serviços por pura falta de recursos para mantê-los mesmo precariamente.
Mantendo a mobilização os principais sindicatos convocaram todos para um dia combate em 23 de Setembro, quando as fundações e outros sindicatos e grupos minoritários entrarão em greve. 
Postar um comentário