O PT CONVOCA TODOS OS COMPANHEIROS DA HABITAÇÃO E DO ESPORTE PARA DISCURTIR OS RUMOS DO PARTIDO E FAZ BALANÇO DO ENCONTRO DAS MULHERES.

Programação do Seminário

9:00 - Abertura
Antonio Donato - Presidente do Diretório Municipal do PT/SP
Célia Assumpção - Secretária de movimentos populares DM PT/SP
Miriam Hermógenes - Setorial Estadual de Moradia PT-SP
Sidnei Pita - Setorial Municipal de habitação PT Capital


9:30 - fala dos Movimentos MNLM, UMM, FLM, CMP
10:25 - Leitura do documento
10:35 - Oficinas


1ª Oficina - Remoções e despejos - Coordenador: Dito
2ª Oficina - Cortiços e áreas centrais - Coordenador: Luiz Kohara
3º Oficina – Mutirões - Coordenador: UMM
4ª Oficina - Programas Habitacionais (Município e Estado) - Coordenador: Osmar
5ª Oficina - Áreas de Mananciais – Coordenadores: Felícia e Gonçalves


13:00 - Almoço
14:00 - 2º Mesa


Conjuntura municipal, orçamentos, programas do governo federal - Deputado Federal Paulo Teixeira
Relação Movimento e PT - São Paulo com a Bancada de Vereadores – Vereadora Juliana Cardoso.
Criminalização dos Movimentos e Lideranças Sociais - Osmar e Gege.


14:30 Debate Plenário
15:30 - Apresentação das oficinas
16:30 - Fechamento do documento
17:00 - Encerramento




Reunião do Setorial Municipal
de Esporte e Lazer
Dia: 14/07/2011 - Quinta feira
Horario: 19h
Local: Diretório Municipal do PT.

José Rubens - Coordenador do Setorial Municipal de Esporte e Lazer
Antonio Donato - Presidente
Célia Assumpção - Secretaria dos Movimentos Sociais
I Congresso de Mulheres
Dirigentes Petistas em SP
Cerca de 200 mulheres participaram do 1º Congresso de Mulheres Dirigentes Petistas de São Paulo, organizado pelo Diretório Municipal, na capital paulista.
O objetivo do encontro foi discutir ações de promoção da igualdade da participação feminina na política.
Vera Machado, secretária estadual de Mulheres do PT, ressalta que o debate ressaltou a união das mulheres como um enfrentamento das políticas do PSDB e do prefeito Gilberto Kassab, em São Paulo. “É a nossa possibilidade de organização, para enfrentarmos essa política e lutarmos por nossas reivindicações. Segundo Vera, entre os pontos de pauta estavam a reforma política, educação e creches como direitos das mulheres e crianças, violência contra a mulher e a formação e organização da mulher dentro do partido. “Também discutimos sexualidade e saúde da mulher”.

A senadora Marta Suplicy foi uma das palestrantes e destacou a mensagem de “união do partido”, defendida pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Partido dividido não chega na esquina. O partido tem de ter responsabilidade e maturidade para escolher bem. O PSDB vai jogar duro porque aqui é seu mais importante reduto. Vamos ter de disputar palmo a palmo”, disse a senadora para a plateia do encontro, maioria de mulheres.

A senadora explicou que o governo federal tem hoje convênios com 2.800 prefeituras para creches. Mas não há parceria com a Capital paulista porque a Prefeitura não firma convênios com o MEC (Ministério da Educação). Marta elogiou a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que frustrou a tentativa do prefeito Gilberto Kassab de alterar decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, que por sua vez determinou a criação de vagas em creches nas proximidades de onde as crianças moram ou seus pais trabalham.

A deputada federal Janete Pietá reforçou a necessidade das mulheres ocuparem espaços não somente no partido, mas também na Câmara Federal, Assembleia, Senado e nos municípios. “Precisamos fazer com que o relatório da reforma política retrate a realidade das nossas necessidades. Também precisamos que essa realidade seja retratada na resolução do PT”.
Postar um comentário