ALEMANHA VE O FIM DA UE

Merkel admite ruptura da UE
A chanceler alemã, Angela Merkel, reconheceu, dia 26, que a saída britânica «não é apenas um acontecimento», mas pode ser também «um ponto de rutura na história da União Europeia».

Falando numa conferência de imprensa em Varsóvia ao lado dos chefes de governo dos países do Grupo de Visegrado (Hungria, Polonia, República Checa e Eslováquia), Merkel sublinhou ainda que as consequências do «Brexit» devem ser encaradas com «responsabilidade» e que as medidas a adoptar devem ter em conta um futuro próspero para os europeus. «Os cidadãos só vão aceitar uma União Europeia que faça tudo o possível para prosperar», frisou.
Postar um comentário